DIACONIAS

O que são

Em 2006, como resposta à Carta Encíclica DEUS CARITAS EST do Sumo Pontífice Bento XVI, de 25 de dezembro de 2005, por inspiração do Espírito Santo, a Ammá Fundadora decidiu que, na NOVA ALIANÇA, as "Obras de Misericórdia" seriam exercidas de um modo organizado. A organização deve bitolar essas ações caritativas no sentido positivo da palavra, isto é, não deixar as coisas soltas, sem um justo controle. Ao mesmo tempo, ela colabora para proporcionar uma mais adequada prestação de serviço que pode ser avaliada quantitativa, mas principalmente, através dos seus frutos espirituais: acolhimento ao sofredor de qualquer dor, a famílias, a jovens, e outras tantas formas de ser o "bom samaritano" do próximo.

Conforme DCE 25, "A NATUREZA ÍNTIMA DA IGREJA EXPRIME-SE NUM TRÍPLICE DEVER: ANÚNCIO DA PALAVRA DE DEUS (KERYGMA-MARTYRIA), CELEBRAÇÃO DOS SACRAMENTOS (LEITURGIA), SERVIÇO DA CARIDADE (DIAKONIA)."

Assim, as DIACONIAS na NOVA ALIANÇA, serão a expressão da caridade eclesial que "NÃO É UMA ESPÉCIE DE ATIVIDADE DE ASSISTÊNCIA SOCIAL QUE SE PODERIA MESMO DEIXAR A OUTROS, MAS... É A EXPRESSÃO IRRENUNCIÁVEL DA SUA PRÓPRIA ESSÊNCIA".

A nossa ação pastoral diaconal se distingue dos encontros de formação por "SE ESTENDER PARA ALÉM DAS FRONTEIRAS" NOVA ALIANÇA.

As nossas DIACONIAS se regem por normas próprias e se distinguem do serviço de voluntariado, embora devam seguir as exigências legais desse setor. Trata-se, não de DAR ALGUMA COISA, mas de DAR-SE A SI MESMO aos mais necessitados de nós AGORA.

Mas, para a efetividade desse serviço, exige-se certa COMPETÊNCIA PROFISSIONAL (que não basta por si só), impregnada por um AMOR INCONDICIONAL, VERDADEIRAMENTE EVANGÉLICO, DESINTERESSADO SENÃO NO BEM DO PRÓXIMO-IRMÃO.

Neste campo, as nossas DIACONIAS não admitem nenhuma forma de dependência de partidos políticos e ideologias. Elas desejam ser apenas e tão somente o PROLONGAMENTO DO AMOR que Jesus devotava aos mais necessitados de toda e qualquer forma de ajuda.

Ammá/AMMÁ
6 de outubro de 2008

Livro

Enquete

Qual os temas do site da CCNA mais te chama atenção

Mais Lidos