História

NOSSAS RAÍZES

A CCNA começou sua caminhada formal no ano de 1984. Foi “batizada” com o nome de NOVA ALIANÇA no dia de CORPUS CHRISTI, que passou a ser O DIA FESTIVO da nossa Comunidade. No início, era um pequeno grupo de pessoas, que se reunia para rezar, segundo a espiritualidade da Renovação Carismática Católica.

Sua Fundadora, uma Religiosa da Congregação das Irmãs de Santa Marcelina, havia experimentado a força e o poder do batismo no Espírito Santo, por volta das 10 horas da manhã, do dia 08 de abril de 1981. Após um tempo de purificação, sentiu a necessidade de começar alguma coisa que pudesse levar as pessoas a vivenciarem, cada uma segundo a vontade de Deus, a mesma experiência, o que acreditava ser fundamental para todo apostolado. Iniciou assim um grupo de oração. Porém, depois de um ano de tentativas, percebeu que não era bem aquilo que Deus queria dela e do grupo. Tudo parecia muito sem fruto, sem crescimento espiritual.

Surgiu, então, a ocasião da Irmã fazer um Seminário de Vida no Espírito e, a partir desta outra nova experiência, iniciou-se o primeiro curso de evangelização fundamental, o QUERIGMA. Foi o primeiro anúncio da salvação aos já batizados, mas sem prática de vida cristã, talvez porque ainda ignorantes das exigências e da graça do Evangelho. A partir do primeiro Querigma, aí sim, os frutos começaram a aparecer, abundantes e perseverantes.

O QUERIGMA começou tendo duração de quatro meses. Com o tempo, foi-se percebendo, porém, a necessidade de um maior aprofundamento no conhecimento da doutrina da fé e moral católica. Para os que terminavam o Querigma, surgiu, então, a possibilidade de continuidade: uma CATEQUESE. Aqui também, os frutos continuavam perseverantes e abundantes.

Mas, mesmo com resultados promissores, algo mais começava a incomodar o coração da Irmã e dos mais sensibilizados por Deus e pela Sua Igreja: queriam fazer alguma coisa, concretamente, como serviço aos doentes, aos pobres de rua, aos presos em penitenciárias e cadeias, programas de evangelização através do rádio e da televisão, serviço da pregação da Palavra de Deus... E, assim, da necessidade de um bom fundamento pastoral, aos moldes da Comunidade, surgem os Cursos de PASTORAL.

Toda essa caminhada veio a ser confirmada pela Irmã, quando, por volta de 1985, participando de um Curso de Evangelização com um grande evangelizador, Dewet, de Curitiba, teve a oportunidade de estudar a Exortação Apostólica de Paulo VI "Evangelii Nuntiandi". Ali, o céu se abriu... Ela percebeu, com muita clareza e sem sombra alguma de dúvida, que o caminho para a Nova Aliança estava traçado e ratificado pela própria caminhada pela Igreja.

Posteriormente, a Irmã recebe, mais uma vez, a graça de Deus. Passeando por uma praia em Peruíbe (Santos-SP), viu uma poça de água deixada pela chuva. Chamou a sua atenção uma quantidade enorme de girinos, que pipocavam, como que sem lugar para todos... Ao se debruçar para ver melhor o que lhe parecia tão somente uma maravilha da natureza, sentiu aos ouvidos:

"DÁ PARA CONTAR QUANTOS SÃO?... É ASSIM QUE VÃO TE PROCURAR."

Sem se dar conta do que estava acontecendo, a Irmã continuou a caminhada. Na volta, quis novamente ver a mesma maravilha. E, outra vez, a mesma frase, bem clara: "DÁ PARA CONTAR QUANTOS SÃO? É ASSIM QUE VÃO TE PROCURAR".
Dessa vez, não havia como não perceber que Deus estava ali, presente, dando-lhe uma resposta e fazendo-lhe uma promessa. Resposta a quê? A Irmã havia pedido a Ele, momentos antes, que lhe enviasse muita gente para ela encaminhar na fé. Não só: ela havia pedido que queria ser muito procurada nessa missão.

No mesmo instante, Deus lhe garante que seu pedido foi aceito e abençoado no céu. A Irmã, então, abriu sua Bíblia de Jerusalém e seus olhos pousaram sobre Is 62,12:
"... E TU, SERÁS CHAMADA 'PROCURADA'!".

Se ainda houvesse alguma dúvida, Deus mesmo Se encarregou de dissipá-la, enviando-lhe a Sua Palavra, e... (por que não dizê-lo?!) até através de uma poça de água cheia de girinos...

Meditando sobre todos esses acontecimentos, essa mulher - amada e escolhida por Deus - se deu conta de que estava vivendo a mesma experiência de Abraão, a quem Ele havia feito a mesma promessa:
"OLHA PARA O CÉU E CONTA AS ESTRELAS, SE FORES CAPAZ!... ASSIM SERÁ TUA DESCENDÊNCIA. (Gn 15, 5 - 6)

Essa Irmã, essa mulher, sou eu mesma que lhes falo e minhas palavras são verdadeiras. Deus mesmo as confirmou e continua confirmando..., pelos frutos desta Comunidade:

Livro

Enquete

Qual os temas do site da CCNA mais te chama atenção

Mais Lidos