Simbologia

A CCNA tem alguns sinais e devoções que marcam a sua presença, a sua espiritualidade e a sua missão. São eles:

• A logomarca
• A camisa
• A cruz
• O ícone da Virgem Maria de Vladimir
• São José e Santa Teresinha do Menino Jesus (padroeiros da Comunidade)
• São Bento e Santa Teresa de Ávila (padroeiros da Fraternidade)
• Santo Abraão
• As ORAÇÕES inspiradas à nossa Fundadora: da nossa Família, a consagração ao Espírito Santo, o ato de consagração a Jesus por Nossa Senhora, ao nosso patrono São José, e o tríplice pedido pelas vocações que tenham no coração o nosso carisma.

A LOGOMARCA 

logomarca2
Esta logomarca - nascida no coração da Fundadora - nos foi entregue ao zelo amoroso e incondicional de cada um. As logomarcas anteriores foram aprovadas por ela, depois de ouvir o parecer de tantos que a ajudavam na época de cada um, mas não nasceram de uma inspiração sua, pessoal.

Numa manhã de oração, a presente logomarca foi percebida assim como a nossa marca oficial, no dia consagrado à memória de Santa Teresa de Ávila, patrona das nossas Fraternidades.

A simbologia de cada um dos seus elementos é:


A COR AZUL
É a cor do céu, lugar místico para onde nosso olhar deverá sempre estar voltado conforme nos exorta o Apóstolo São Paulo: "Buscai as coisas do alto, onde Cristo está sentado à direita do Pai! Afeiçoai-vos às coisas lá de cima e não às da terra!" (Cl 3, 1- 2).


O CÍRCULO BRANCO
É o mundo a ser conquistado para Deus e para o qual somos enviados, quer ele esteja perto, quer ele esteja longe de nós. A Ele somos enviados como ministros da Nova e Eterna Aliança, portadores da Palavra que salva (2Cor 3, 5-6).

Mas é também o símbolo da Eucaristia, de onde nascem, crescem, se desenvolvem e onde se plenificam carisma, missão e a espiritualidade da nossa Comunidade.


A CRUZ
É o sinal da nossa pertença a Cristo que nos conquistou ao preço do Seu sangue. Ela lembra também que a nossa pregação será sempre "loucura para os que se perdem, mas para os que foram salvos, para nós, é uma força divina" (1Cor 1, 18).

A cruz com o braço direito prolongado (vista de frente) lembra a nossa missão à custa de qualquer sacrifício, na busca de “ser uma humanidade de acréscimo” para Jesus na salvação da porção do mundo que nos cabe (Cl 1,24).

A nossa cruz nasce do altar - lugar do holocausto - e a ele nos conduz.


AS MÃOS VOLTADAS PARA A EUCARISTIA
É um sinal que nos acompanha desde a primeira logomarca. 

As mãos simbolizam para nós "a fé que age pela caridade" (1Ts 1, 3). São as mãos que recebem e doam Jesus, Pão do Céu, d’Ele se alimentam e nEle encontram a força da missão levada até a cruz, se for necessário. São as mãos que oferecem ao Pai a nossa oferta maior: Jesus Cristo, que se entregam "com Cristo, por Cristo e em Cristo" ao Pai pela salvação e santificação do mundo. São as mãos que agradecem, mas também se esvaziam de si para serem plenificadas das bênçãos do céu para as derramarem sobre todos aos quais somos enviados ou os que a Providência divina nos envia.

 

 A CAMISA AMARELA PADRÃO

camisa

É sinal de pertença e dedicação generosa à nossa Comunidade.
A CAMISA PADRÃO - conforme modelo acima - será sempre de cor amarelo-gema, simbolizando o ouro da realeza de Cristo e a consequente adoração que Lhe prestamos, o culto devido exclusivamente a Deus, por uma vida santa, tanto quanto possível, como nos quer Jesus. Somos chamados a ser luz neste mundo de trevas, pelo testemunho da Verdade e do Amor na própria vida. Nosso ser todo deve se esforçar por viver como o girassol, sempre voltado para o Senhor, o Sol da nossa vida: JESUS.

 

A CRUZ
cruz

A nossa CRUZ é sinal de SERVIÇO a Deus e à Igreja através da CCNA. Ela indica a dimensão da nossa vida cristocêntrica e o nosso compromisso de ajudarmos Jesus na salvação da humanidade, "com alegria nos sofrimentos e completando na nossa carne o que falta à paixão de Cristo" (Cl 1, 24).

 

O ÍCONE DA VIRGEM MARIA DE VLADIMIR
icone vladimir
Nossa devoção aos santos tem Nossa Senhora em primeiro lugar.

A Virgem Maria venerada, no nosso meio, é como a representada no ícone de Vladimir. A proximidade das bocas de Maria e Jesus será para nós a lembrança de quanto devemos ser PRONTOS no nosso "SIM" a Ele, sempre que nos for pedida ou mandada alguma coisa.

Lembra-nos, portanto, uma obediência pronta, incondicional, amorosa, de fé a Deus, à Igreja, às disposições da Fundadora e às leis que regem a comunidade.

A ela sempre nos dirigiremos carinhosamente com esta invocação: "NOSSA SENHORA, MÃE DA NOVA ALIANÇA, ENSINAI-NOS A OBEDECER!"

Livro

Enquete

Qual os temas do site da CCNA mais te chama atenção

Mais Lidos