L Liturgia

Liturgia de 16 de novembro de 2018

SEXTA FEIRA DA XXXII SEMANA COMUM
(verde– ofício do dia )

 

Antífona da entrada

 

- Chegue até vós a minha súplica; inclinai vosso ouvido à minha prece (Sl 87,3)

 

Oração do dia

 

- Deus de poder e misericórdia, afastai de nós todo obstáculo para que, inteiramente disponíveis, nos dediquemos ao vosso serviço. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. 

1ª Leitura: 2 Jo 4-9

 

- Leitura da segunda carta de são João: 4Muito me alegrei, Senhora, por ter encontrado alguns dos teus filhos que caminham conforme a verdade, segundo o mandamento que recebemos do Pai. 5E agora, Senhora, eu te peço – não que te esteja escrevendo a respeito de um novo mandamento, pois se trata daquele que temos desde o princípio: amemo-nos uns aos outros. 6E amar consiste no seguinte: em viver conforme os seus mandamentos. Este é o mandamento que ouvistes desde o início para guiar o vosso proceder. 7Acontece que se espalharam pelo mundo muitos sedutores, que não confessam a Jesus Cristo encarnado. Está aí o Sedutor, o Anticristo. 8Tomai cuidado, se não quereis perder o fruto do vosso trabalho, mas sim, receber a plena recompensa. 9Todo o que não permanece na doutrina de Cristo, mas passa além, não possui a Deus. Aquele que permanece na doutrina é o que possui o Pai e o Filho.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

 

Salmo Responsorial: Sl 119,1.2.10.11.17.18 (R: 1b)

 

- Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo!

R: Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo!


- Feliz o homem sem pecado em seu caminho, que na lei do Senhor Deus vai progredindo!

R: Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo!


- Feliz o homem que observa seus preceitos, e de todo o coração procura a Deus!

R: Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo!


- De todo o coração eu vos procuro, não deixeis que eu abandone a vossa lei!

R: Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo!


- Conservei no coração vossas palavras, a fim de que eu não peque contra vós.

R: Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo!


- Sede bom com vosso servo, e viverei, e guardarei vossa palavra, ó Senhor.

R: Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo!


- Abri meus olhos, e então contemplarei as maravilhas que encerra a vossa lei!

R: Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo!

 

 Aclamação ao santo Evangelho

 

Aleluia, aleluia, aleluia.

Aleluia, aleluia, aleluia.

 

- Levantai vossa cabeça e olhai, pois a vossa redenção se aproxima!

(Lc 21,28).

Aleluia, aleluia, aleluia.

 

Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas: Lc 17,26-37

 

- O Senhor esteja convosco.

- Ele está no meio de nós.

 

- Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas

- Glória a vós, Senhor!   

- Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 26“Como aconteceu nos dias de Noé, assim também acontecerá nos dias do Filho do Homem. 27Eles comiam, bebiam, casavam-se e se davam em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca. Então chegou o dilúvio e fez morrer todos eles. 28Acontecerá como nos dias de Ló: comiam e bebiam, compravam e vendiam, plantavam e construíam. 29Mas no dia em que Ló saiu de Sodoma, Deus fez chover fogo e enxofre do céu e fez morrer todos. 30O mesmo acontecerá no dia em que o Filho do Homem for revelado. 31Nesse dia, quem estiver no terraço, não desça para apanhar os bens que estão em sua casa. E quem estiver nos campos não volte para trás. 32Lembrai-vos da mulher de Ló. 33Quem procura ganhar a sua vida vai perdê-la; e quem a perde vai conservá-la. 34Eu vos digo: nesta noite, dois estarão numa cama; um será tomado e o outro será deixado. 35Duas mulheres estarão moendo juntas; uma será tomada e a outra será deixada. 36Dois homens estarão no campo; um será levado e o outro será deixado”. 37Os discípulos perguntaram: “Senhor, onde acontecerá isso?” Jesus respondeu: “Onde estiver o cadáver, aí se reunirão os abutres”.

- Palavra da salvação.

- Glória a vós, Senhor!   

 
 

Liturgia comentada
Os homens festejavam... (Lc 17,26-37)

Tudo vai bem? Então, vamos festejar! Mesa farta, vinhos finos, boa música. Novelas, campeonatos, entertainment... No tempo de Noé, o dilúvio afogou a festa. No tempo de Ló, o fogo do céu assou os convivas. Seria hoje diferente?

Ouçamos a homilia de São João Crisóstomo...

“Quanto mais o rei se aproxima, mais é preciso preparar-se. Quanto mais próximo o momento em que será entregue o prêmio ao combatente, melhor é preciso combater. Assim fazemos nas corridas: quando vem o final da prova e nos aproximamos da chegada, estimula-se ainda mais a fuga dos corredores. Por isso é que Paulo diz: ‘Agora a salvação está mais próxima de nós do que quando abraçamos a fé. A noite vai avançada, o dia está bem próximo’. (Rm 3,11-12).”

Crisóstomo prossegue: “Já que a noite se desfaz e o dia aparece, façamos as obras do dia; deixemos as obras das trevas. É assim que fazemos nesta vida: quando vemos que a noite cede o passo à aurora e ouvimos cantar a andorinha, nós nos despertamos mutuamente, mesmo que ainda seja noite. Quando esta se dissipa, mais nos apressamos: ‘Eis o dia!’ E nos dedicamos às tarefas do dia; vestimo-nos depois de ser arrancados do sono para que o sol nos encontre prontos. [...]

Mas ainda não é tudo! Indo ainda mais fundo, como não ser tomado por um arrepio sagrado? Paulo nos dá como manto o próprio Rei. Quem está envolvido por ele possui todas as virtudes. E quando Paulo diz: ‘Revesti-vos do Senhor Jesus’ (Rm 13,14), ele recomenda nos envolver por completo.

No mesmo sentido, ele diz em outro lugar: ‘Se Cristo está em vós’ (Rm 8,10) e, ainda, ‘Cristo habita em nosso homem interior’ (Ef 3,17). É que ele quer ter sua morada em nossa alma e se revestir de nós como de uma vestimenta, de modo que ele seja tudo em nós, tanto dentro como fora.

De fato, não é ele a nossa plenitude? Ele é nosso Caminho, nosso Esposo. Ele é nossa Fonte, nossa Bebida, nosso Alimento, nossa Vida. Ele é o Apóstolo, o Doutor, nosso Pai, nosso Irmão, nosso Coerdeiro! Que bem não deseja ele em nós, desde que a nós ele se une, apega-se a nós de todas as maneiras? Não é a prova de seu amor?”

Nunca será demais recordar: estamos a fim de con-versão? Ou de di-versão? Como nos achará o Senhor no dia de sua Vinda: di-vertidos ou con-vertidos? Só o tempo o dirá. E o tempo, você sabe... o tempo passa...

Orai sem cessar: “Ficarei de pé na torre de vigia...” (Hab 2,1)
Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Livro

Enquete

Qual os temas do site da CCNA mais te chama atenção

Mais Lidos