L Liturgia

Liturgia de 26 de novembro de 2017

DOMINGO - NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO
(cor branco, glória, creio, pref. próprio - ofício da solenidade)

Antífona da entrada

- O Cordeiro que foi imolado é digno de receber o poder, a divindade, a sabedoria, a força e a honra. A ele glória e poder através dos séculos

(Ap 5,12; 1,6).

Oração do dia

 

- Deus eterno e todo-poderoso, que dispusestes restaurar todas as coisas no vosso amado Filho, rei do universo, fazei que todas as criaturas, libertas da escravidão e servindo à vossa majestade, vos glorifiquem eternamente. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

 

1ª Leitura: Ez 34,11-12.15-17

 

- Leitura da Profecia de Ezequiel: 11Assim diz o Senhor Deus: “Vede! Eu mesmo vou procurar minhas ovelhas e tomar conta delas. 12Como o pastor toma conta do rebanho, de dia, quando se encontra no meio das ovelhas dispersas, assim vou cuidar de minhas ovelhas e vou resgatá-las de todos os lugares em que foram dispersadas num dia de nuvens e escuridão.
15Eu mesmo vou apascentar as minhas ovelhas e fazê-las repousar — oráculo do Senhor Deus. 16Vou procurar a ovelha perdida, reconduzir a extraviada, enfaixar a da perna quebrada, fortalecer a doente, e vigiar a ovelha gorda e forte. Vou apascentá-las conforme o direito. 17Quanto a vós, minhas ovelhas — assim diz o Senhor Deus —, eu farei justiça entre uma ovelha e outra, entre carneiros e bodes”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

 

Salmo Responsorial: Sl 23,1-2a.2b-3.5-6 (R: 1)

 

- O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma.

R: O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma.


- Pelos prados e campinas verdejantes ele me leva a descansar. Pelas águas repousantes me encaminha, e restaura as minhas forças.

R: O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma.


- Preparais à minha frente uma mesa, bem à vista do inimigo, e com óleo vós ungis minha cabeça; o meu cálice transborda.

R: O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma.


- Felicidade e todo bem hão de seguir-me por toda a minha vida; e, na casa do Senhor, habitarei pelos tempos infinitos.

R: O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma.

2ª Leitura: 1Cor 15,20-26.28

 

- Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios: Irmãos: 20Na realidade, Cristo ressuscitou dos mortos como primícias dos que morreram. 21Com efeito, por um homem veio a morte, e é também por um homem que vem a ressurreição dos mortos. 22Como em Adão todos morrem, assim também em Cristo todos reviverão. 23Porém, cada qual segundo uma ordem determinada: Em primeiro lugar, Cristo, como primícias; depois, os que pertencem a Cristo, por ocasião de sua vinda. 24A seguir, será o fim, quando ele entregar a realeza a Deus-Pai, depois de destruir todo principado e todo poder e força. 25Pois é preciso que ele reine, até que todos os seus inimigos estejam debaixo de seus pés. 26O último inimigo a ser destruído é a morte. 28E, quando todas as coisas estiverem submetidas a ele, então o próprio Filho se submeterá àquele que lhe submeteu todas as coisas, para que Deus seja tudo em todos.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Aclamação ao santo Evangelho

 

Aleluia, aleluia, aleluia.

Aleluia, aleluia, aleluia.

 

- É bendito aquele que vem vindo, que vem vindo em nome do Senhor; e o reino que vem seja bendito, ao que vem e a seu reino, o louvor! (Mc 11,10)

Aleluia, aleluia, aleluia.

 

Evangelho de Jesus Cristo, segundo Mateus: Mt 25,31-46

 

- O Senhor esteja convosco.

- Ele está no meio de nós.

 

- Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Mateus

- Glória a vós, Senhor!   

- Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 31“Quando o Filho do Homem vier em sua glória, acompanhado de todos os anjos, então se assentará em seu trono glorioso. 32Todos os povos da terra serão reunidos diante dele, e ele separará uns dos outros, assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. 33E colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda. 34Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Vinde, benditos de meu Pai! Recebei como herança o Reino que meu Pai vos preparou desde a criação do mundo! 35Pois eu estava com fome e me destes de comer; eu estava com sede e me destes de beber; eu era estrangeiro e me recebestes em casa; 36eu estava nu e me vestistes; eu estava doente e cuidastes de mim; eu estava na prisão e fostes me visitar’. 37Então os justos lhe perguntarão: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Com sede e te demos de beber? 38Quando foi que te vimos como estrangeiro e te recebemos em casa, e sem roupa e te vestimos? 39Quando foi que te vimos doente ou preso e fomos te visitar?’40Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo que todas as vezes que fizestes isso a um dos menores de meus irmãos, foi a mim que o fizestes!41Depois o Rei dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Afastai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno, preparado para o diabo e para os seus anjos. 42Pois eu estava com fome e não me destes de comer; eu estava com sede e não me destes de beber; 43eu era estrangeiro e não me recebestes em casa; eu estava nu e não me vestistes; eu estava doente e na prisão e não me fostes visitar’. 44E responderão também eles: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome, ou com sede, como estrangeiro, ou nu, doente ou preso, e não te servimos?’45Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo: todas as vezes que não fizestes isso a um desses pequeninos, foi a mim que não o fizestes!’ 46Portanto, estes irão para o castigo eterno, enquanto os justos irão para a vida eterna”.

- Palavra da salvação.

- Glória a vós, Senhor!   

 

Liturgia comentada
Foi a mim que o fizestes... (Mt 25,31-46)

Madre Teresa de Calcutá, no exercício de sua missão, definia os pobres e os doentes como o “doloroso disfarce de Cristo”. Em seus hospitais, na cabeceira do leito dos enfermos, estava a frase: “Body of Christ” [corpo de Cristo], na mais surpreendente Eucaristia.

Neste Evangelho, Jesus nos revela que o critério de julgamento no Juízo Final será concretamente a atitude que tivemos em relação aos mais pobres e fragilizados que cruzaram nosso caminho. E o resume em uma frase: “Foi a mim que o fizestes!”

Padre Louis Gillet, sacerdote da Igreja Ortodoxa, assim comenta esta passagem: “Neles (os desconhecidos) nós é dada a possibilidade de um encontro incessante com Jesus. Meu Senhor se manifesta a mim no escritório, na oficina, na loja, no ônibus, nas filas que esperam impacientes. Nós encontramos a Cristo em seus templos, mas é ao sair desses lugares ditos “sagrados” que ele nos convida a começar a procura e a descoberta de sua pessoa sob os traços de nossos irmãos”.

Não admira que muitos itinerários espirituais que nós classificamos como “conversão” tenham começado exatamente nesses “encontros” fora dos muros do templo!

Louis Gillet prossegue: “Esta via de humilde acesso é ao mesmo tempo muito fácil e muito difícil. Fácil, pois Jesus está ali, em cada um daqueles que nos cercam. Difícil, pois aquilo que é mais comum, mais ordinário, mais cotidiano, requer o maior esforço... A cada passo, nós podemos transfigurar os homens se retiramos neles a Sagrada Face muitas vezes desfigurada. São João Crisóstomo nos declara que o altar vivo e humano colocado em cada rua, em cada esquina, é mais sagrado que o altar de pedra, pois sobre o segundo Cristo é oferecido, mas o primeiro é o próprio Cristo”.

Após sua morte e ressureição, Jesus Cristo sobe de volta ao Pai. Mas se despede dizendo uma frase aparentemente ilógica, ao afirmar: “Eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos”. (Mt 28,20) Habitualmente, esta frase é traduzida como indicação da presença eucarística em nossos sacrários. Pois seria mais natural, menos forçado, traduzi-la como a presença do pobre no meio de nós. Aliás, o Mestre também disse: “Pobres, sempre os tereis...” (Jo 12,8)

Orai sem cessar: “Contemplarei, Senhor, a tua Face na justiça...” (Sl 17,15)
Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Livro

Enquete

Qual os temas do site da CCNA mais te chama atenção

Mais Lidos