L Liturgia

Liturgia de 26 de janeiro de 2018

QUINTA FEIRA - SANTOS TIMÓTEO E TITO BISPOS E DISCÍPULOS DE PAULO
 (branco, pref. comum ou dos pastores - ofício da memória)

Antífona da entrada

- Velarei sobre as minhas ovelhas, diz o Senhor: chamarei um pastor que as conduza e serei o seu Deus (Ez 34,11.23).

 Oração do dia

- Ó Deus, que ornastes são Timóteo e são Tito com as virtudes dos apóstolos, concedei-nos, pela intercessão de ambos, viver neste mundo com piedade e justiça, para chegar ao céu, nossa pátria. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

1ª Leitura: 2Tm 1, 1-8


- Início da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo: 1Paulo, Apóstolo de Jesus Cristo pelo desígnio de Deus referente à promessa de vida que temos em Cristo Jesus, 2a Timóteo, meu querido filho: Graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, nosso Senhor!  3Dou graças a Deus - a quem sirvo com a consciência pura, como aprendi dos meus antepassados - quando me lembro de ti, dia e noite, nas minhas orações. 4Lembrando-me das tuas lágrimas, sinto grande desejo de rever-te, e assim ficar cheio de alegria. 5Recordo-me da fé sincera que tens, aquela mesma fé que antes tiveram tua avó Loide e tua mãe Eunice. Sem dúvida, assim é também a tua. 6Por este motivo, exorto-te a reavivar a chama do dom de Deus que recebeste pela imposição das minhas mãos. 7Pois Deus não nos deu um espírito de timidez mas de fortaleza, de amor e sobriedade. 8Não te envergonhes do testemunho de nosso Senhor nem de mim, seu prisioneiro, mas sofre comigo pelo Evangelho, fortificado pelo poder de Deus.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial, 96, 1-2a.2b-3.7-8a.10 (R: 3)

 - Anunciai entre as nações os grandes feitos do Senhor!

 R: Anunciai entre as nações os grandes feitos do Senhor!

 

- Cantai ao Senhor Deus um canto novo, cantai ao Senhor Deus, ó Terra

inteira! Cantai e bendizei seu santo nome!

R: Anunciai entre as nações os grandes feitos do Senhor!

- Dia após dia anunciai sua salvação, manifestai a sua glória entre as nações e entre os povos do universo seus prodígios!

R: Anunciai entre as nações os grandes feitos do Senhor!

- Ó família das nações, dai ao Senhor poder e glória, dai-lhe a glória que é devida ao seu nome!

R: Anunciai entre as nações os grandes feitos do Senhor!

- Publicai entre as nações: "Reina o Senhor!" Ele firmou o universo inabalável, e os povos ele julga com justiça!

R: Anunciai entre as nações os grandes feitos do Senhor!

Aclamação ao santo Evangelho

 

Aleluia, aleluia, aleluia.

Aleluia, aleluia, aleluia.

- O Espírito do Senhor repousa sobre mim e enviou-me a anunciar aos pobres o evangelho (Lc 4,18).

Aleluia, aleluia, aleluia.

Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas : Lc 10, 1-9


- O Senhor esteja convosco.

- Ele está no meio de nós.

 

- Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas.

- Glória a vós, Senhor!

 - Naquele tempo, 1O Senhor escolheu outros setenta e dois discípulos e mandou-os, dois a dois, adiante de si, por todas as cidades e lugares para onde ele tinha de ir. 2Disse-lhes: Grande é a messe, mas poucos são os operários. Rogai ao Senhor da messe que mande operários para a sua messe. 3Ide; eis que vos envio como cordeiros entre lobos. 4Não leveis bolsa nem mochila, nem calçado e a ninguém saudeis pelo caminho. 5Em toda casa em que entrardes, dizei primeiro: Paz a esta casa! 6Se ali houver algum homem pacífico, repousará sobre ele a vossa paz; mas, se não houver, ela tornará para vós. 7Permanecei na mesma casa, comei e bebei do que eles tiverem, pois o operário é digno do seu salário. Não andeis de casa em casa. 8Em qualquer cidade em que entrardes e vos receberem, comei o que se vos servir. 9Curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: O Reino de Deus está próximo.

- Palavra da salvação.

- Glória a vós, Senhor!

 

Liturgia comentada
Nem dinheiro, nem sacola... (Lc 10,1-9)

De fato, Jesus não pensa como nós pensamos... Quando temos uma tarefa a assumir, nossa principal preocupação consiste em reunir os recursos, os meios, as ferramentas de ação. Jamais sairíamos de mãos abanando...

Não foi assim quando Jesus enviou as 36 duplas de discípulos à sua frente com a missão de preparar o caminho do Mestre. Quem comenta é o monge André Louf:

“As palavras que Jesus dirige a seus discípulos antes de enviá-los em missão, não são palavras fáceis. Elas não dissimulam em nada a extensão e a dificuldade do trabalho. Os meios que estarão à disposição deles, dos quais poderão ter urgente necessidade para o cumprimento da missão, não são previamente garantidos. Na partida, tais meios são até inexistentes: ‘Não levem dinheiro, nem sacola, nem sandálias’. O discípulo de Jesus não se carrega de nada inutilmente. Ele não se apoia sequer em relacionamentos humanos que lhe poderiam ser úteis em situações oportunas: ‘Não se demorem em saudações no caminho’”.

Que esperar de uma tarefa tão pesada com a extrema ausência de recursos? Dificuldades, é claro! Uma das perspectivas é que a mensagem deles seja rejeitada. Sendo assim, inútil insistir: sacudir a poeira dos pés e seguir adiante. E prosseguir na missão: anunciar a proximidade do Reino de Deus e... curar os doentes. Mas curar com quê? Não levam sacola com remédios, não são formados em medicina. Seria uma tarefa sobre-humana para aquela gente simples que Jesus reunira à sua volta?

Bem, com certeza não é uma tarefa “humana”. A missão do discípulo não pode ser realizada com recursos humanos. Não basta que o pregador domine a oratória. Não basta que o missionário domine o idioma estrangeiro. Não basta que o padre domine a ação litúrgica. É preciso algo mais...

Estamos falando da Graça de Deus. André Louf explica: “O operário do Reino não é tanto aquele que o anuncia, mas Deus em pessoa é que toma a palavra e opera através dele. Inútil sobrecarregar-se, onerar-se, levar-se demasiado a sério. Vale mais desembaraçar-se, despojar-se, a fim de deixar que Deus aja nele, mais que agir ele próprio”.

Está claro: é Deus quem age no discípulo. Falar pouco, ouvir muito. Deixar-se guiar, mais que guiar os outros. Abrir espaço para o Senhor...

Orai sem cessar: “Até ali, Senhor, a tua mão me guiará!” (Sl 139,10)
Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Livro

Enquete

Qual os temas do site da CCNA mais te chama atenção

Mais Lidos