L Liturgia

Liturgia de 22 de fevereiro de 2018

QUINTA FEIRA – CÁTEDRA DE SÃO PEDRO
(Branco, glória, prefácio dos apóstolos,  ofício da festa)

Antífona da entrada

 

- O Senhor disse a Simão Pedro: Roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça. E tu, por tua vez, confirma os teus irmãos  (Lc 22,32).

Oração do dia

 

- Concedei, ó Deus todo-poderoso, que nada nos possa abalar, pois edificastes a vossa Igreja sobre aquela pedra que foi a profissão de fé do apóstolo Pedro. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo.

1ª Leitura: 1 Pd 5,1-4

 

- Leitura da Primeira Carta de São Pedro: Caríssimos, 1exorto aos presbíteros que estão entre vós, eu, presbítero como eles, testemunha dos sofrimentos de Cristo e participante da glória que será revelada: 2Sede pastores do rebanho de Deus, confiado a vós; cuidai dele, não por coação, mas de coração generoso; não por torpe ganância, mas livremente; 3não como dominadores daqueles que vos foram confiados, mas antes, como modelos do rebanho. 4Assim, quando aparecer o pastor supremo, recebereis a coroa permanente da glória.


- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial: Sl 23,1-3ª.3b-4.5.6 (R: 1)

 

- O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma.
R: O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma.


- O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma. Pelos prados e campinas verdejantes ele me leva a descansar. Para as águas repousantes me encaminha, e restaura as minhas forças.

R: O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma.


- Ele me guia no caminho mais seguro, pela honra do seu nome. Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, nenhum mal eu temerei. Estais comigo com bastão e com cajado, eles me dão a segurança!

R: O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma.


- Preparais à minha frente uma mesa, bem à vista do inimigo; com óleo vós ungis minha cabeça, e o meu cálice transborda.

R: O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma.


- Felicidade e todo bem hão de seguir-me, por toda a minha vida; e, na casa do Senhor, habitarei pelos tempos infinitos.

R: O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma.

Evangelho de Jesus Cristo, segundo Mateus: Mt 16,13-19

Louvor e glória a ti, Senhor, Cristo, palavra de Deus!

Louvor e glória a ti, Senhor, Cristo, palavra de Deus!

- Tu és Pedro, e sobre esta pedra eu irei construir minha Igreja, e as portas do inferno não irão derrotá-la  (Mt 16,18)

Louvor e glória a ti, Senhor, Cristo, palavra de Deus!

- O Senhor esteja convosco.

- Ele está no meio de nós.

 

- Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Mateus

- Glória a vós, Senhor!  

 

- Naquele tempo, 13Jesus foi à região de Cesareia de Filipe e ali perguntou aos seus discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?” 14Eles responderam: “Alguns dizem que é João Batista; outros que é Elias; outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas”. 15Então Jesus lhes perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?” 16Simão Pedro respondeu: “Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo”. 17Respondendo, Jesus lhe disse: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu. 18Por isso eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la. 19Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”.

- Palavra da salvação.

- Glória a vós, Senhor!  

 

Liturgia comentada
Tu és Pedro! (Mt 16,13-19)

Neste Evangelho basilar para a história da Igreja - que alguns intrépidos têm a ousadia de afirmar que não era “projeto de Jesus” – uma resposta do homem serve de gatilho para uma resposta de Deus. Quando Simão diz: “Tu é o Cristo”, Jesus responde: “Tu é Pedro! Tu és pedra!” E esta rocha [képhas] está no alicerce da comunidade de Jesus.

Como observa François Trévedy, aquele que antes nomeava, ouve agora que é nomeado. “A definição de Jesus por Pedro desata prontamente a de Pedro por Jesus”. Pedro é batizado em sua própria resposta, ‘sagrado’ em sua resposta. Pedro vem à existência em sua resposta e, com ele, toda a Igreja: sua resposta é sua certidão de nascimento.

Ao interrogar sobre sua própria identidade, Jesus suscitou Pedro e, através de Pedro, com Pedro, a sua Igreja; em Pedro ele saúda pela primeira vez sua Igreja, que é toda ela a Resposta, é aquela que responde, aquela que corresponde com Cristo. É que toda a Igreja se sustém na resposta, toda a Igreja consiste em dizer ‘Tu és o Cristo’. “A Igreja é aquela que responde – conclui Trévedy -, aquela que se dirige a um TU, aquela que resulta imediatamente, como resposta e como esposa, da pergunta de Jesus Cristo proposta ao mundo.”

O questionamento de Jesus ainda ressoa nos ares: “Quem dizeis que eu sou?” A Igreja não tem outra pergunta mais importante a responder. O mundo todo não tem outra resposta mais importante a dar. Quem é Jesus para mim? Um sábio do Oriente? Um ativista contra a dominação romana? Um doce profeta da Palestina? Um homem do povo sacrificado aos interesses da elite da época? Um iluminado entre outros?

A Igreja ouviu Pedro e – com Pedro e em Pedro – repete fielmente sua resposta, intacta ao longo dos séculos: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo!” E esta resposta tem o poder de reduzir a pó todos os potentados do planeta, de relativizar todos os absolutos do paganismo e desfazer em migalhas todos os ídolos de nosso tempo.

Qualquer Cristologia que ignore a resposta de Simão Pedro se reveste de traição. Repetindo François Trévedy, “a Igreja só existe e se mantém de pé enquanto Confissão, em palavras e atos. A Igreja está em Pedro, começa em Pedro como aquela que confessa, assim como está em Maria e começa em Maria como aquela que consente”.

Orai sem cessar: “Toda língua confesse que Jesus é o Senhor!” (Fl 2,11)
Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Livro

Enquete

Qual os temas do site da CCNA mais te chama atenção

Mais Lidos